quarta-feira, 28 de Abril de 2010

Cestinhos Comestíveis


E estes cestinhos comestíveis tão amorosos? São optimos tanto para coisas doces como para coisas salgadas.
Cá em casa serviram para servir uns ovos mexidos com espargos bravos, mas já os estou a imaginar recheados com mascarpone ou natas batidas com açúcar e frutos variados, gelados com caldas diversas, creme de ovos com amêndoa. Ou então com saladas variadas.
As combinações são mais que muitas, e tenho a certeza que são uma ideia origfinal que fará sucesso em qualquer mesa.

Como os fazer? Simplesmente sobreponha 2 quadrados de massa filo pincelados com manteiga e forre com umas forminhas de queques e empadas amassando as extremidades. Leve depois ao forno até ficarem dourados e estaladiços e deixe arrefecer. Estão prontos a usar.
Simples e económico!

sexta-feira, 23 de Abril de 2010

Livro de Receitas do Sítio do Costume

Tenho andado a falar por aqui a falar muito "Tio" Belmiro, mas não pensem que só gosto dele. O "Tio" Jerónimo ocupa também um lugar nas minhas preferências.
E para quem até quer variar um pouco nas receitas do dia-a-dia, e não lhe apetece comprar um livro caríssimo do chef do momento com receitas que dificilmente fará, que tal o novo livro do Pingo Doce, com 52 Receitas Mediterrânicas, fotografias lindas e pela módica quantia de 2,99€.
O meu já cá está!
E já agora uma dica made in Pingo Doce. Estou fã dos novos pães, quer o de azeitonas, quer o de nozes e ameixas, e fazem toda a diferença num lanche ajantarado a acompanhar patês, queijos e carnes frias, já para não falar em como melhoram as sandes de todos os dias.

quarta-feira, 21 de Abril de 2010

Frascos Giros e Económicos

Ainda acerca do Continente - que está em campanha de artigos para a casa - comprei estes frascos optimos para guardar bolachas, massas, frutos secos, ... por 1€ cada!
Além de giros, praticos e até decorativos, cheios de coisinhas boas dão um excelente presente.
Cá em casa já moram alguns!

sexta-feira, 16 de Abril de 2010

Morangos Mil!


Não sei se já repararam que o Continente está a fazer uma campanha de 50% de desconto em cartão nos morangos. O que significa que cada quilo fica a apenas 1€.
Ora quando reparei nisso trouxe logo para casa umas quantas caixinhas, e uma boa parte deles já foi transformada em compota de morangos. Assim, quando for necessário há já uns miminhos para oferecer.
Aproveitei também para decorar um bolo de chocolate com morangos, e ainda me restam alguns.
Mas há tanta coisa para fazer: comer ao natural e com açúcar e raspas de limão, em gelado, em mousse, numa sobremesa light em "bombons" de morango e chocolate, e até numa requintada sobremesa!
Uma boa oportunidade!

sexta-feira, 9 de Abril de 2010

Recantos cá de casa - O Quarto

Eu gosto muito da minha casa, das nossas decorações, dos nossos móveis e dos nossos apontamentos.
Quando para cá viemos morar, há pouco mais de quatro anos, fizemos o que para muitas pessoas pareceu uma "mutilação" numa casa nova a estrear: pintamos uma das paredes do quarto, num tom dourado escuro patinado.
Nos últimos anos é muito usual pintarem-se paredes únicas de tons fortes ou riscas, usar papel de parede de modo a criar um ponto de interesse imediato numa divisão - e para isso muito tÊm contribuido programas de decoração como, por exemplo, o Querido Mudei a Casa. Mas há quatro anos atrás, quando resolvi pintar a minha parede do quarto, os comentários que fui ouvindo foram "E não tens medo de não gostar?", "E se te fartares?", "E isso não estraga?"... É só tinta... Se não gostar, se me fartar, volto a pintar! (Isto tudo para não falar de colocar papel de parede na sala - toda a gente pensou que eu era maluca, mas isso fica para outra ocasião!)

Pois eu adoro a parede do meu quarto. Acho que o torna mais interessante, que apesar de ter uma cor forte é ao mesmo tempo neutra, e permite-me, quando vario as almofadas, colchas e cortinados ter uma decoração completamente diferente. Neste momento tem tons de castanhos, laranjas e bejes, mas com a chegada do calor e da primavera está prestes a ser transformado com cores mais alegres e padrões mais vivos.
Esta parede foi pintada por mim, e pelo M., e foi uma solução bastante económica e que fez toda a diferença no meu quarto.

A minha sugestão é: não tenham medo de pintar uma parede, de arrojarem, de fazerem diferente. Vivam as vossas casas e o vosso espaço. É apenas tinta. Se não gostarem têm bom remédio!