quarta-feira, 12 de Maio de 2010

Jantares Comunitários!

A expressão "jantar comunitário" não é minha, mas da minha cunhada D. e é, nada mais nada menos, que um jantar de amigos, semanal, em que todos contribuem para a refeição.
E é uma optima maneira de podermos ter uma reunião simpática com os amigos, em casa, e à vontade, sem gastarmos muito dinheiro.
Provavelmente não jantam fora com os vossos amigos todas as semanas. E uma das razões para isso é que, provavelmente, no vosso orçamento mensal, não cabem jantares semanais em restaurantes. Mas se calhar têm pena de não o poderem fazer. Porque gostam da companhia, das conversas, de descomprimir depois de uma semana de trabalho, stress e aborrecimentos.
A solução para isso vem com os jantares comunitários. Digamos que são 4 casais (ou não). Cada semana o jantar é em casa de um dos casais. O que significa ser anfitrião de um destes jantares uma vez por mês,
Ser anfitrião é pouco mais do que dar a casa, o gás e a electricidade, pois tudo nos jantares comunitários é partilhado: pôr a mesa, fazer o jantar, a compra dos ingredientes e das bebidas e a arrumação da cozinha.
Além disso, a filosofia dos jantares comunitários é serem o mais informais possíveis!
Durante a semana um simples e-mail serve para combinar a ementa e decidir o que cada um leva. Um leva a carne, o outro a sobremesa, outro o vinho, outro o arroz e a salada....enfim, como acharem melhor.
Já em casa do anfitrião prepara-se o jantar enquanto se começa a colocar a conversa em dia. Uns poêm a mesa, outros fazem a salada, outro o arroz, outros as entradas...
Depois sentam-se a comer, sem a preocupação de estarem a fazer muito barulho, ou a incomodar outras pessoas, e completamente à vontade. Além de ter uma vantagem para quem tem miudos pequenos.
No fim, e entre todos é um isntante a arrumar tudo.

Esta é uma sugestão económica e que mostra que não é preciso gastar muito dinheiro para termos noites divertidas e diferentes com os nossos amigos.É apenas preciso sermos criativos.

21 comentários:

  1. Muito interessante! Eu costumo fazer com um casal de amigos "jantares de alterne"! A expressão é mesmo minha e é porque alternamos, uma semana em casa de uns e outra em casa dos outros ;)
    Bjs,
    Madalena

    ResponderEliminar
  2. Gostei muito do conceito dos ditos jantares comunitários que aqui partilhaste. Com ideias assim já não há desculpas para não se conviver mais vezes e cultivar mais regularmente as amizades.

    ResponderEliminar
  3. gostei da ideia!por vezes tb la dou assim jantares em casa e depois vou a casa de outros amigos!sabe tão bem conviver depois de uma semana de trabalho!

    ResponderEliminar
  4. Cá por casa de vez em quando fazemos as noites das caipirinhas onde jogamos trivial e pictonary...
    Sem dúvida uma excelente oportunidade de estar com os amigos e partilhar algo...
    Essa ideia dos jantares comunitários agradou-me bastante...
    Obrigado por partilhares...
    Beijinhos e bom fim de semana...

    ResponderEliminar
  5. também concordo com estes convivios entre amigos ou familiares.

    no meu caso e como não sou casada, acabo por ser eu aconvidar mais vezes amigos para minha casa do que depois haver a dita "rotação" de casas com as mesmas pessoas.

    estes jantares tão são óptimos em tempos de crise: distribuido por todos, custa pouco:)

    ResponderEliminar
  6. Eu concordo! O jantar comunitário é um evento entre amigos ótimo para as épocas frias do ano.

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  7. Adorei essa ideia!
    Aliás gostei de todo o blog!!

    ResponderEliminar
  8. Excelente ideia, realmente! Já participei em alguns jantares do género e todos resultaram muito bem. Tudo bem combinado por e-mail e torna-se muito mais fácil (e económico) organizar um jantar e assim é dada a possibilidade de todos participarem na organização.

    ResponderEliminar
  9. Sigo os seus blogues há algum tempo e geralmente considero as sugestões gastronónicas e outras interessantes. Mas acha mesmo que é possível fazer jantares semanais estando o custo de vida como está, indo ainda complicar mais com o aumento do IVA? Quando muitas famílias têm filhos que implicam despesas, outras vivem situações de desemprego ou trabalho precário, as contas a fazer são mais que muitas e há coisas que pura e simplesmente não se podem comprar(ou fazer)...

    ResponderEliminar
  10. Eu acho uma óptima sugestão! Quando os meus filhos eram pequenos e, como tinham muitos primos, (só sobrinhos tenho 16), combinávamos as festas de aniversário e cada uma das minhas irmãs trazia sua coisa e fazíamos as festas dos garotos sempre animadas e sem grande dispêndio. Nos tempos que estamos a atravessar realmente há circunstâncias difíceis para muitos, mas por isso mesmo há que ser criativo e nunca desanimar! Obrigada por partilhar connosco estas suas ideias luminosas. Bjs. Bombom

    ResponderEliminar
  11. Ao comentário anónimo aqui deixado:
    Não sei se percebeu a ideia dos jantares comunitários: sim, são jantares semanais.Mas aõ janatres semanais em casa e partilhando todas as despesas - ou neste caso, todos os ingredientes. Mas mesmo as famílias que estão a passar algum aperto certamente que comem todos os dias. Melhor ou pior, mas comem. Exactamente por não poderem pelas mais variados motivos irem comer fora ou gastarem dinheiro em coisas superfulas, acho que estes jantares comunitários são ideais.
    Não é pelas famílias estarem a passar por momentos de dificuldade que devem deixar de conviver com os amigos e familiares. São exactamente estes momentos que permitem que as pessoas se animem um pouco.Que percebam que têm uma vida para além das dificuldades, dos maus momentos.
    Qual o mal destes jantares semanais? Provavelmente se se juntarem todos até conseguem poupar e comer coisas que em casa não comeriam. E não têm que fazer jantares dispendioso: Podem comer massa com atum, ou arroz com salsichas e ovos. E beber água em vez de sumo ou vinho. Acha realmente que é assim tão impossível de concretizar? Não é uma família que tem de arcar com toda a despesa, mas sim uma partilha de despesa por todas as pessoas que fazem parte destes jantares comunitários. Um dá o arroz, o outro o atum, o outro a fruta ou a sobremesa. Será assim tão impossível?
    Ou será que por as famílias viverem em dificuldades não têm direito a uns momentos de descontração?
    Não posso portanto concordar consigo!

    ResponderEliminar
  12. Gostei imenso da sugestão! Adoro fazer jantares em casa, receber os amigos e cozinhar, mas para encontros semanais, esta opção é fantástica! E concordo consigo, apesar da crise, todos temos de comer além de que estes jantares podem ser uma lufada de ar fresco e, até, representar uma refeição melhor do que as feitas nos restantes dias da semana, para essas famílias mais carentes.

    ResponderEliminar
  13. Quando era estudante tinha um grupo de amigos com que fazia jantares semanais, como estes. Não tinhamos muito dinheiro, durante a semana comiamos nas cantinas das universidades, mas no fim-de-semana tinhamos um jantar colectivo, em que estavamos todos juntos e passavamos um bom bocado. Era muito agradavel, divertido e nada dispendioso. Foi devido a estes jantares que comecei a gostar de cozinhar. É uma óptima ideia, como todas as que costumo ver neste blog.

    ResponderEliminar
  14. Olá,

    Li este post por alto, na altura que o publicaste, mas agora voltei porque queria lê-lo com mais calma.

    Adorei a ideia. É genial! Eu, normalmente, quando convido pessoas para virem cá a casa, faço sempre tudo. As pessoas é que, por vezes, trazem o vinho ou uma sobremesa.

    É uma excelente ideia para se conviver mais vezes e para estarmos mais perto dos amigos (algo que eu preciso muito, estar mais presente para os meus amigos). As pessoas e as relações que temos com elas é que são importantes e muitas vezes esquecemo-nos disso.

    Também é uma óptima forma de nos divertirmos sem gastar muito dinheiro porque, em tempos de crise, há que poupar!

    Bjs,
    Anabela

    ResponderEliminar
  15. É sempre bom estar com os amigos e relaxar ao fim de uma semana de trabalho. E é muito melhor estarmos em casa (nossa ou deles) do que num restaurante que é sempre mais impessoal e caro.

    ResponderEliminar
  16. Nos EUA, os potlucks são muito comuns para festas e convívios informais. Cada um leva um "tacho" (pot) de comida e tem de se ter sort, "luck," para que nós gostemos da comida que os outros trazem :o)

    ResponderEliminar
  17. Temos um grupo de amigos,alguns casais ,outros solteiros e juntamo nos todos os sábados religiosamente para jantar.Somos uma familia e os jantares são sempre muito tardios,cada um anda na sua vida e depois vamos ás compras e é uma bela forma de estarmos todos juntos..

    ResponderEliminar
  18. Informo esse famoso anónimo que maior parte das vezes a parcela que toca a cada um é 3 euros e anda sempre á volta disso.não é acessivel?

    ResponderEliminar
  19. Eu faço jantares com bastante frequência com os meus amigos, mas nem todos têm casa própria ainda, seja como for nunca ninguém é posto de parte, normalmente o dono da casa faz as compras, mas o valor é dividido por todos. Desde a confecção, à refeição e à arrumação tudo é feito em conjunto.
    Já agora estou a cuscar este blog que não conhecia e estou a achar o máximo as tuas ideias.
    Bjs

    ResponderEliminar