quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Remendar, coser e voltar a usar...

 O M. não faz a barba todos os dias. O que acontece é que a barba de 2 ou 3 dias começa a desfazer os colarinhos das camisas mais antigas, que, apesar de ainda estarem em perfeitas condições ficam com ar desmazelado. E ninguém gosta de parecer desmazelado, porque além de não haver necessidade disso também é preciso vestirmo-nos de acordo com o que fazemos e as posições laborais que ocupamos. Mas  não me parece bem que camisas ainda em óptimas condições sejam postas de lado. Cá em casa as camisa do M. levam um tratamento "à antiga" e os colarinhos são descosidos e virados ao contrário. E voltam-se a coser ficando as camisas novamente com ar de novas.
E além das camisas, as meias onde aparece de vez em quando um buraquinho são cosidas e por vezes passajadas. E as calças de ganga (tanto as minhas como as dele) quando começam a ficar gastas entre pernas levam reforços no seu interior para durarem um pouco mais. E não são poucas as vezes que as minhas amigas quase se riem de mim quando lhes falo deste "remendar e coser". Porque acham que isso é coisa do antigamente.
Pessoalmente acho que estamos apenas a prolongar a vida de algumas peças de roupa em óptimo estado e que apenas precisam de uns pequenos retoques. Podem depois não dar para usar em grandes ocasiões, mas para pequenas saídas ao fim de semana, ir ao super mercado, para levar para o trabalho (desde que não tenha um dress code muito exigente e dependendo das profissões) continuam ainda perfeitas para durar mais uma temporada. Claro que nem tudo dá para remendar e usar, mas há coisas que vale a pena.

E além das calças, das camisas e das meias, muitas outras coisas podem ser "remendadas":

- Virar colarinhos de camisas coçados
- Reforçar calças de ganga entre-pernas
- Joelheiras nas calças dos miúdos que ficaram rasgadas num jogo de futebol.
- Cotoveleiras em camisolas de qualidade mais ligeiramente coçadas por causa da fricção das secretárias  -  - Aproveitar toalhas velhas para fazer pegas de cozinha ou individuais.
- Toalhas de banho antigas para babetes de criança ou toalhitas multiusos com um viés bonito.
- Calças curtas em calções
- Lençois velhos em sacos para guardar sapatos ou carteiras ou ainda em saquinhas de alfazema para oferecer no natal ou em aniversários

Tal como diz a minha avó "Remenda o teu pano e dura pro ano. Volta a remendar e mais vai durar".

38 comentários:

  1. E a tua avó diz muito bem! Cá por casa também se aproveita e remenda tudo. O jeito é que às vezes não é muito, mas dá para o básico.

    ResponderEliminar
  2. Cá em casa também se faz o mesmo.
    Achei logo este post curioso e vim espreitar, e foi com alegria que li que há mais pessoas que fazem o que eu faço!! :) Já não me sinto sozinha. hehe.
    A minha mãe é costureira e portanto é o prato do dia.
    Beijinhos
    Excelentes sugestões.

    ResponderEliminar
  3. Cá em casa faz-se muito isso, principalmente nas camisas do meu pai, que ficam completamente novas em todo o lado e com uns colarinhos péssimos. E nas minhas calças de ganga reforçamos a parte entre pernas que é onde as rompo sempre...

    ResponderEliminar
  4. Adorei o teu post, é algo tão pouco falado hoje em dia...
    A minha mãe percebe de costura, por isso sempre fui habituada às "estampas" nas calças quando era mais nova e às calças de ganga "retocadas" quando começam a desgastar entre as pernas.
    São estes pequenos gestos que ajudam a poupar ;)
    (Se as tuas amigas riem-se deles é porque não devem precisar, mas com esta crise arrisco-me a dizer: ainda...)

    ResponderEliminar
  5. A dos colarinhos ñ sabia, mas faz td o sentido! Acho q ñ é uma questão de forretice, mas saber aproveitar o q ainda está apto p uso, nem q seja de outra forma... Assim cm os restos das refeições - há q saber dar a volta p ñ desperdiçar e fazes mt bem! Haja mais gente assim :)

    ResponderEliminar
  6. Ainda ontem fui mandar reforçar as calças do meu filho, no meio das pernas. Não faço eu porque não sei... mas tenho pena. Contudo encontrei uma senhora que tem uma daquelas lavandarias/casa de costura, que trabalha bastante bem e é muito em conta. De fazer o trabalho e ainda passar as calças levou 3 euros.

    ResponderEliminar
  7. Concordo inteiramente!
    A minha avó ainda faz, a minha mãe e eu também aprendi a fazer esses pequenos remendos e reciclagem de tecidos!
    Os colarinhos também não dá para colocar outro tecido por cima? (era uma camisa nova em 3 tempos x) )

    beijinho grande***+
    sara, chips-ina-fishbowl.blogspot.com

    ResponderEliminar
  8. Com 4 filhos ,é lógico que faço tudo isso... E as meias são marcadas com um ponto de cor no calcanhar. as do mais velho levam um ponto ,as do nº 2 2 pontos e assim pelos 4. Quando deixam de servir é só acrescentar um ponto..
    Bjs
    Rita

    ResponderEliminar
  9. Que giro, e eu a pensar que já era antiguinha, pois também faço isso tudo. Fiquei contente por saber que ainda há muita gente "à moda antiga". Beijos

    ResponderEliminar
  10. Olá! Gostei do post! Já faço algumas das coisas... as camisas daria-me jeito, mas não tenho máquina para depois os voltar a coser... :(
    Adorei a ideia dos lençóis velhos em saquinhos de "cheirinho" para prendas de Natal!!! hummm, uma ideia!!!
    Bjs

    ResponderEliminar
  11. Achei a dica dos colarinhos fantástica! As outras já conhecia e por cá também se fazem quando as peças de roupa justificam. Também mando tingir peças quando a cor fica desbotada em calças e saias de bom tecido.

    ResponderEliminar
  12. Espero que muita gente leia isto. É sem dúvida um bom post:-)

    ResponderEliminar
  13. é engraçado que cá em casa é igual... pelo menos no que toca aos colarinhos e às calças de ganga.
    Ele adora camisas e tem sempre pena de deixar de as usar quando o colarinho fica mais gasto, e eu também dificilmente abro mão das minhas calças de ganga que chegam a levar remendos em cima de remendos! :) Enfim... Vidas!

    Beijinhos,

    Maria Leonor

    ResponderEliminar
  14. Aqui também tenho o hábito de tirar o colarinho da camisa e costurá-lo ao contrário para aproveitar mais um pouco a camisa.
    Agora vou colocar em prática as tuas outras idéias.
    Muito obrigada pelas tuas dicas.

    ResponderEliminar
  15. não sou forreta mas sem dúvida que sou 'aproveitadeira' :)) e faço estas coisas todas, os lençois de flanela velhos e gastos são optimos para panos do pó! a minha máquina de costura em segunda mão foi das melhores coisas e embora não tenha lá grande jeito, ajeito-me :))

    ResponderEliminar
  16. Olá!
    Uma sugestão: podes postar passo-a-passo de cada uma das técnicas que usas?
    Obrigada

    ResponderEliminar
  17. Fartei-me de rir porque faço exactamente a mesma coisa! E tb me dizem que hoje em dia não vale a pena. Então não vale???? Orgulho-me de saber fazer essas coisas. Um beijinho e continue assim. Adoooooro o(s) seu(s) blog(s)!

    ResponderEliminar
  18. muito bom o proverbio adorei, grandes ideias é mesmo assim a vida nunca teve pra grandes desperdicio por isso é que estamos como estamos, beijinhos bom fim de semana

    ResponderEliminar
  19. Excelentes dicas! Principalmente o dos colarinhos :)

    ResponderEliminar
  20. Adorei as dicas e acho que cada vez mais devemos retomar esses bons velhos hábitos. Abençoados conselhos das nossas avós. Que sorte tivemos em terem partilhado essas sabedorias connosco ;)
    Em algum do trabalho que faço também procuro reciclar ou renovar. Visite o meu blog http://mimosemfeltro.blogspot.com/
    Ficaria feliz com a sua visita. Obrigada por tudo o que partilha connosco, as leitoras habituais dos seus blogs

    ResponderEliminar
  21. Olá Colher de Pau,
    Cá em casa sempre se viraram os colarinhos das camisas e ás vezes até se compraram colarinhos para os colocar nas camisas e lhes prolongar mais algum tempo de vida(quando foi moda colarinhos brancos em camisas de homem).
    Mas todos esses «retoques» que falas sempre vi fazer e fui habituada a fazer.
    As cotoveleiras nas camisolas até há modelos de compra já com as ditas cotoveleiras, por isso... estão sempre na moda...
    O jeito no inicio pode não ser muito... mas com boa bontade... conseguimos e da vez seguinte fazemos melhor...
    Bainhas em calças já sou eu que as faço e não pago 8 ou 9,00€ por mas fazerem.
    Quase que ficavam pelo preço que me custaram as calças em saldo...
    E não vai faltar muito começamos a tricotar em casa... eu ainda me lembro, mas confesso que já tenho saudades...
    Bom fds.
    Bjs,
    Teresa C.

    ResponderEliminar
  22. Pois é...parece que vamos aprender a poupar como as nossas avós. E aqui vai outra sugestão:podemos, também, aproveitar as camisas dos mais novos que deixam de servir mas que o tecido está em ótimas condições. Eu já fiz um saquinho para levar um lanchinho para o trabalho. Se quiserem espreitem http://meu-recreio.blogspot.com/2012/01/crise-levem-uma-lancheira.html.

    ResponderEliminar
  23. Pertenço a este clube, com muito orgulho.
    No poupar é que está o ganho ;)
    Bom FDS
    Romã :*

    ResponderEliminar
  24. Achei estas ideias muito boas. Obrigada pela partilha ;)

    ResponderEliminar
  25. Dos lençóis velhos, faço tiras para as bandas da depilação

    ResponderEliminar
  26. Boa noite!

    Remendar, coser e voltar a usar parece-me muito bem! faz todo o sentido e espero que haja sempre alguém a sensibilizar os outros para essas questões!
    O que não faz sentido é contribuirmos despreocupadamente para o crescimento das lixeiras!
    Roupas - emprestar, trocar,alterar e reutilizar, é um artigo que escrevi no meu blog também sobre este tema, deixo aqui a sugestão se quiser passar por lá : )

    Obrigada pela partilha!

    Di

    ResponderEliminar
  27. Acabei de descobrir este blog, já está nos favoritos.

    ResponderEliminar
  28. http://traposecompanhia.blogs.sapo.pt23 de janeiro de 2012 às 14:22

    Pois..eu também fui educada assim... virar colarinhos, retocar punhos,coser meias, etc...
    Só diz que isso já não se usa, quem não sabe fazê-lo, ou não tem noção de que o dinheiro custa a ganhar...Eu tenho uma vantagem, sou costureira!Não há nada que eu não faça;)

    ResponderEliminar
  29. Estas dicas já eu uso a anos e tenho poupado muito dinheiro.De calças gastas podes fazer saias, calções, capris. etc. A internet é um mundo com tantas dicas.Para tirar ideias de renovar roupa etc. ir ao blog "Refashion co-op". Beijinhos

    ResponderEliminar
  30. Sempre fui péssima em trabalhos manuais. É uma coisa que me chateia e que, como tal, tento mudar. Há algum tempo que penso comprar uma máquina de cozer e tentar dar os primeiros passos nessa área. Penso que devo conseguir qualquer coisa. Pelo menos uma bainha deve ser fácil...

    E agora deste-me uma grande ideia. A de reforçar calças roçadas entre as pernas. É que esse é o motivo porque praticamente todas as minhas calças e as do meu marido deixam de ser usadas! Mas como é que coses o reforço? Não se vê por fora depois?

    ResponderEliminar
  31. Pois é, ou mais uma a confirmar este maravilhoso post!
    Eu recebi uma máquina de costura há cerca de 15 dias e já fiz imensas coisas! Não sou uma expert no que toca a costurar, mas ajeito-me e reinvento muita coisa!
    Eu penso que se compramos uma peça de roupa, foi porque gostamos dela (pelo menos eu não gosto de comprar roupa e por isso não o faço por vicio ou impulso!) logo temos que a estimar!
    Quanto às golas das camisas, a ideia é excelente... obrigada por resolveres um dos problemas cá de casa (o meu M. também não faz a barba todos os dias, logo o resultado é semelhante!).
    Concordo como Administrator... podias por as tuas dicas aqui... para iniciantes como eu! :P
    Obrigada pelas inumeras boas sugestões

    ResponderEliminar
  32. ideias que temos que passar para os mais novos e sem vergonha, mas sim com orgulho por estar-mos não só a poupar na carteira como tb no ambiente promovendo um mundo melhor.

    ResponderEliminar
  33. No poupar e reaproveitar é que está o ganho!

    ResponderEliminar
  34. Tambem costumo arranjar o que dá para arranjar :)

    ResponderEliminar
  35. Concordo contigo e acho que fazes muito bem, eu não sou "boa agulha", mas coso as meias e uns buraquitos aqui e ali, o que não sei fazer levo a uma costureira e sim, ganham mais alguns meses de vida útil.
    Gostei do post.
    Bjinhos

    ResponderEliminar
  36. Um post muito interessante. E bem útil!
    Nos tempos que correm, nem todos têm a hipótese de "por de lado" e comprar outra coisa a substituir, e por isso, o remendar é a óptima solução!

    ResponderEliminar
  37. Cá em casa também é assim, com algumas camisas do meu pai, ou calças da minha irmã....

    ResponderEliminar
  38. Th faço isso tudo. mas preciso comprar colarinhos brancos para camisa de homem. sei que há uma retrosaria no Porto mas não sei o nome e o endereço. quem me pode ajudar? Obrigada. isabel

    ResponderEliminar