quinta-feira, 9 de outubro de 2014

A caminho do Natal : Faltam 76 dias


Faltam 76 dias para o Natal. Para quem como eu gosta de preparar cabazes com tempo, pensar no que vai fazer e alinhar ideias não seria tarde. Mas acontece que este ano ainda não consegui parar por algumas horas apenas e só para me dedicar a pensar em cabazes.
Sendo assim, ainda não há grandes ideias para o natal.
Há umas tacinhas de marmelada, e uns frasquinhos de doce de abóbora com nozes. E é tudo.
E os cabazes em si? Nos últimos anos tenho tido alguma dificuldade em encontrar cestos ou até caixinhas a preços que eu goste. Uma coisa é fazer 4 ou 5 cabazes… mas eu faço cerca de 20 - e quase todos diferentes no que os compõe -  e é difícil encaixar tudo no orçamento.
Entretanto a alternativa de forrar caixas apesar de económica não me parece a mais apelativa quando tenho de a repetir 20 vezes, o que me leva a procurar sempre ideias diferentes. Os saquinhos do ano passado foram muito bem recebidos e, além de económicos ficaram muito giros.
Para este ano tenho algumas ideias mas tenho de as testar antes de as partilhar por aqui.
Para já tenho guardadas algumas coisas para utilizar como embalagens para colocar os “produtos”. Andei a guardar os baldinhos de 1kg de iogurte grego que costumo comprar porque acho que depois de forrados no exterior com papel de natal (e já comprei um bem giro!) são ideias para colocar bolachinhas de natal, para cabazes personalizados e mais simples.
(O ano passado aproveitei as latas pequenas do leite em pó do Zé Maria que também forrei e ficaram lindas com as bolachinhas lá dentro.)
Isto tudo para dizer que já não estou na “estaca zero”, mas ainda tenho um longo caminho a percorrer.
Entre bolachas, licores, compotas e geleias, chutneys e pickles, misturas disto e daquilo, chocolate quente, granolas, azeites vinagres açúcares e sal aromatizados - o habitual - há muito que pensar.
E há também que começar a pensar nas embalagens, no embalamento, nas etiquetas e nos pormenores que fazem a diferença. Aqui já se guarda tudo: paletes de esferovite da carne e do peixe embalado, frascos e garrafas de vidro, baldes dos iogurtes, caixas e caixinhas, caixotes dos morangos.
Há ainda que começar a comprar fitinhas, papel de embrulho, papel cavalinho e autocolante para impressões domésticas, sacos de celofane, folhas de celofane, papel seda….
E pensar muito e bem no que fazer.
Como acho que a partilha de ideias entre todos é a melhor maneira, que tal abrir a caixa de comentários à discussão? Deixem as vossas sugestões e ideias para os cabazes de natal. Digam o que prepararam em anos anteriores, deixem links de sugestões l… Para que tudo fique ao alcance de todos e que juntos possamos preparar os mais maravilhosos e pessoais cabazes de natal.
Eu prometo daqui a algum tempo fazer um post com as melhores ideias e sugestões e mostrar como estão a correr os preparativos dos cabazes aqui por casa.
Posso contar com a vossa ajuda?

24 comentários:

  1. Olá Joana, eu também por aqui já comecei a pensar nos cabazes de natal... Quanto aos invólucros estou ainda muito aquém em comparação. O ano passado foi a primeira vez que fiz cabazes (um sucesso) mas limitaram-se a levar com uns saquinhos de papel pardo e etiquetas e fitas giras. Estavam giros mas simples.
    Este ano já pensei e pensei mas ainda nem uma compota fiz... Tenho no entanto um b"brinquedo" recente que encontrei em promoção, um desidratador e acho que este ano os meus cabazes também vão ter uns snacks de fruta (sempre é mais saudável) que as típicas bolachas.
    Ficarei atenta mais uma vez à actividade por aqui e vou dando notícias caso surjam novas ideias, beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Patricia, permita-me uma pergunta... onde encontrou o desidratador? Já procurei nas grandes superficies de electrodomésticos e nunca encontrei nada, nem em promoção, nem a preços normais. Adoro fruta desidratada e gostava muito de adquirir um.

      Obrigada!

      Eliminar
    2. Olá Liliana. O meu comprei numa promoção na showroomprive. Já andava a namorá-los e depois quando os vi não resisti. Em Lisboa há uma loja de electrodomésticos na av. 5 outubro que também os vende... Conheço quem tenha comprado lá e até há 2 tamanhos penso eu.

      Eliminar
    3. Olá Patrícia, obrigada por ter respondido. Também sou "cliente" da showroomprive, mas nunca me apercebi dessa venda... tenho de estar mais atenta!

      Eliminar
  2. Gosto tanto do Natal!! Eu também já comecei a pensar o que oferecer!!! :P

    Beijinhos,
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Olá Joana!
    O ano passado fiz uma mini-tentativa de oferecer cabazes, umas compotas de abóbora e nozes e de maçã e canela. O "embrulho" ficou-se pelo simples saco de papel. A ideia foi bem aceite, por isso estou a pensar em repetir este ano, mas numa coisa mais "à séria". Ideias também são escassas por este lado, mas se surgirem eu venho cá comunicar.
    Beijinhos...

    ResponderEliminar
  4. Eu já tenho umas quanta caixas pequenas de morangos para os cabazes!!! Já tenho bastantes ideias e para a semana vou começar a por algumas em pratica... Vou ficar atenta... beijinhos

    ResponderEliminar
  5. gosto do vosso entusiasmo, um ano os meus filhos e eu fizemos varias bolachas, de vários sabores e feitios, compramos uns cestos muito giros e ainda adicionamos chá e vinho conforme as pessoas. Os cabazes ficaram lindos, os cozinheiros apesar de cansados adoraram o trabalho final. O pior foi quando entregamos a tios e avós e estes ficaram com uma cara (de que m---a é esta) e a dizerem que não iam comer, que ficavam ai os cabazes para os miúdos etc....
    Não é preciso dizer que ficamos todos desiludidos e os meus filhos nunca mais quiseram fazer nada para dar a família (só fazemos bolachas para nós e os amigos da escola) e desde então não dou nada a ninguém. Ao menos que fiquem com cara de !!! porque não recebem nada.
    Parabéns a vocês todas pelas pessoas que recebem os vossos cabazes e que agradecem com um sorriso.
    Beijinhos
    Olga

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Compreendo perfeitamente! Na minha família não ficaram com essa cara mas senti que ficaram desiludidos! As pessoas ainda estão muito aprisionadas ao aspeto comercial do Natal, e é algo que só o tempo fará com que essa ideia seja desconstruída. Além de que, para mim o Natal é muito mais do que receber uma prenda, aliás isso para mim até é secundário. Natal para mim é estar agradecida por ter a minha família e amigos perto de mim e bem de saúde. Um bem haja a todos que dedicam o seu tempo, amor e carinho nas prendas que oferecem aos vossos familiares! Sonia

      Eliminar
  6. Olá Joana, por aqui já se pensa também no Natal e venho sempre aqui a ver se já há alguma novidade que possa aproveitar. Grávida de quase 38 semanas, não falta muito para chegar o principal presente, mas os outros já estão a ser pensados. Por aqui também guardo tudo, garrafas e garrafinhas, frascos, etc, mas para os cabazes vou aproveitar mesmo aqueles caixotes de morangos (pintados ou forrados) e caixas daquelas das boxes de vinho (forradas também), as coisinhas mais pequenas vão em saquinhos de feltro alusivos à data. Acho que vai correr bem. Obrigada pelas suas ideias e partilhas! :)

    ResponderEliminar
  7. Olá, eu também adoro o Natal, fazer os meus cabazes, preparar o que os compõe...
    Mas este ano ainda não tive grandes ideias, apenas surgiu uma (após um programa de TV) que creio que vou por em prática... Trufas de chocolate!!! Simples e delicioso.

    ResponderEliminar
  8. E pensar que ainda ontem era Carnaval! O tempo passa mesmo a correr!
    Este fim-de-semana já vi lojinhas com artigos de Natal e já deu vontade de começar a preparar a casa a rigor, mas ainda é ceeeeeedo! Eheheh

    Gostei muito do blog. Afinal, dicas de economia são sempre muito bem-vindas! =)

    Beijinho *

    http://agatadesaltosaltos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. Este ano eu vou embarcar nesta aventura pela primeira vez :D

    Bora lá :D

    Ideias nao tenho mas estou cheia de boa vontade :D

    ResponderEliminar
  10. Ideias ainda não tenho nenhumas mas, o importante é estarmos com quem mais gostamos não é :)

    ResponderEliminar
  11. Achei que já tinha comentado com a minha sugestão!! Eu tive a sorte de um ano conseguir umas peças grandes de loiça a 1€ cada para fazer os cabazes. Cheguei a fotografa-las, aqui está: http://madebyponeka.blogspot.pt/2011/12/cabazes-de-natal.html Fica mais uma ideia!

    ResponderEliminar
  12. Olá, Joana! Este ano não enveredei pelos cabazes típicos. Já o fiz nos últimos 3 anos e foram sempre um sucesso, graças às suas receitas e dicas :) ... Optei por oferecer presentes feitos por mim, mas de outros materiais. Alguns já estão feitos.
    Falou em folhas de papel autocolante para imprimir. São folhas A4 em papel autocolante lisas, onde podemos imprimir etiquetas ao nosso gosto e depois recortar??? Gostava muito de encontrar essas folhas.

    Obrigada pelas dicas. Obrigada pelo blogue, que adoro. Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Teresa. Compro na Staples folhas A4 e A5 autocolantes com vários tamanhos de etiquetas, nem é preciso cortar ;-) Bom trabalho ;-)

      Eliminar
  13. Olá!!! Para mim, é o primeiro ano que vou enveredar por esta ideia dos cabazes como prenda de natal... e, no fim de contas e listinhas feitas, são cerca de 14 cabazes :O
    Já tenho alguns produtos preparados para os cabazes: licores de ameixa e outro de pêssego, compotas: ameixa, maçã (feita este domingo e ficou mesmo uma delícia só vista!!!), e quando tirar os pêssegos do licor, vou fazer também doce com eles... Disseram-me que iria ficar uma delícia com o toque da aguardente... a ver vamos ;)
    O que tenho planeado fazer mais são: essência de baunilha para as meninas que gostam de fazer doces, uns biscoitos (areias), mistura para chocolate quente e queijo em azeite e especiarias...
    Depois compro umas garrafas de vinho tinto para uns, uns queijinhos da serra para outros... enfim, uma mistura das grandes :)

    Quanto às embalagens... bem, nem sei... Mas acho que vou a casa dos pais "roubar" umas caixas de madeira dos vinhos (o meu pai tem imeeeensas) e depois lá dentro acondiciono tudo com fitinhas de papel (vou usar uma destruidora de papel) e, por fim, uma fitinha por fora da caixa a enfeitar.... Caso não consiga esta caixa, acho que este ano irá mesmo com as ditas caixas de sapatos ;)

    ResponderEliminar
  14. Em vez dos cestos ou caixas optei por outra ideia mais económica, mais fácil de fazer e que continua a ser visualmente bonita.

    A partir de uma caixa de cartão corto uma base quadrada ou rectangular, dependendo do volume das caixinhas ou frascos que quero oferecer, (se o cartão for feio forro com papel de embrulho), fecho tudo com celofane transparente e ato em cima com uma fita, como se fosse um saco.

    ResponderEliminar
  15. Em primeiro lugar, quero elogiar o blog que adoro e é muito inspirador! Este ano também estou a pensar em enverdar pelos presentes feitos em casa e estava a pensar em misturar algumas iguaria,s que sei que gostam (bolachinhas, compotas...), com alguns artigos feitos à mão, como por exemplo, bolsinhas para telemóvel, enfeites para a árvore de Natal, brincos e pulseiras, capas para livros com restos de tecidos...
    Reuni algumas ideias num site para o qual escrevia:
    http://www.dicascaseiras.com/2012/11/14/ideias-criar-prendas-natal-originais/
    http://www.dicascaseiras.com/2012/12/19/varias-ideias-para-fazer-as-suas-prendas-de-natal/
    Vou ficar à espera de mais ideias para meter mãos à obra :)

    ResponderEliminar
  16. O blog já é uma tradição e sendo meio de Outubro o post de Natal estava mesmo à espreita. Eu não faço propriamente cabazes com vários produtos mas dou sempre lembranças caseiras feitas por mim. Um sortido de bolachas costuma ser uma delas e uma das coisas que aproveito são as latas do Nesquick e do leite condensado do Lidl (que têm um tamanho bom e uma tampa) e que forro com papel ou tecido. As compotas e outros frasquinhos costumo colocá-las em saquinhos de pano que coso na máquina de costura (aproveito para comprar aqueles retalhos de tecido já cortados que estão muitas vezes em promoção nas lojas dos tecidos).

    ResponderEliminar
  17. Olá!
    Se me permitem vou dar uma sugestão, pedindo desculpas por tomar a liberdade de o fazer.
    Todos os anos faço peças bordadas que ofereço para três instituições que ajudo de modo a serem vendidas nas Feiras de Natal.
    Muitas das instituições que conheço também pedem frascos com compota ou outros doces para serem vendidos nas Feiras. Se às vezes quiserem separar um cabaz para a feira de Natal de uma instituição que seja da vossa preferência, vão de certeza ser vendidos num instante e trazer um sorriso a quem mais precisa!
    Beijinhos com gratidão,
    Susana

    ResponderEliminar
  18. Já comecei a pensar nos cabazes de Natal! Tenho que ir pensar mas embalagens, pois nos último anos têm sido uns sacos de embrulho bastante simples, mas bem recheados. Tenho que pensar numa coisa diferente, pois os frascos de compota são pesados. Gostei da ideia da Paula 2700 milhas, e virei espreitar as sugestões daqui...As compotas já estão feitas, as receitas das bolachas quase selecionadas, e só falta pensar nos embrulhos...não tarda nada e já estamos no Natal! Sara Oliveira

    ResponderEliminar
  19. Eu também já comecei a pensar nos cabazes de natal, por norma ofereço só uma compota para as senhoras e para os homens uma garrafa de vinho mas este ano, como estou desempregada e tenho mais tempo, vou fazer mais. Já tenho alguns frascos de compota feita, de maça e canela. No entanto já tenho muitos frascos de variados tamanhos guardados, vou pedindo à minha mãe para os guardar e à minha sogra. Estou a pensar fazer umas bolachas e um bolo rainha que faz sempre um enorme sucesso por estas bandas, que é recheado com doce de abóbora e noz. Como os miúdos também fazem parte da festa, estava a pensar pôr uns chocolates, feitos também cá em casa. de momento não tenho mais ideias mas assim que as tiver irei partilhar convosco. Gostei da ideia de fazer um cabaz para oferecer a uma instituição e vou-me informar e irei tentar fazer. Beijinhos e bons cabazes.

    ResponderEliminar