quarta-feira, 6 de novembro de 2019

Vamos lá começar a Preparar o Natal: Faltam 50 dias!


Faltam 50 dias para o Natal. E este ano, tirando os presentes do “Pai Natal” dos miúdos, ainda não comprei presentes para ninguém. Acho que é a primeira vez que isto acontece!
Claro que fiz o que já tinha feito o ano passado: durante o ano acumulei todo o saldo possível do cartão Continente, sem nunca o descontar e no passado fim de semana lá fui eu aos 50% dos brinquedos. Comprei o que eles queriam sem usar “dinheiro” meu, pois usei apenas o saldo do cartão. E convém dizer que não me meti em grandes gastos. O saldo que lá ficou, e que tem de ser gasto até dia 1 de Dezembro é que vai servir para comprar outros presentes (roupa, livros para os miúdos ou até artigos para a casa. Também por isso não me importo tanto de ainda não ter comprado quase nada!)

Como é habitual. aqui por casa, tirando os miúdos: filhos, sobrinhos e afilhados, e as prendas dos pais e irmãos/cunhados, não se compram prendas para mais ninguém. As restantes prendas, são os meus habituais cabazes “homemade” de natal, que faço desde 2006, e que ofereço a todos os nossos amigos e à restante familia!

Para já há marmelada feita e embalada, geleia de casca e caroços de maçã e uma abóbora enorme à espera de de ser transformada em doce de abóbora, o clássico de sempre!
E há já muitas outras ideias para fazer e ir partilhando por aqui. Desde as mais clássicas como os biscoitos e bolachas que não há quem não goste de receber umas bolachinhas gulosas, a outras mais originais, mas sem falhar muito no que faço habitualmente e que podem ver nos anos anteriores.

Este ano também já tenho mais ou menos definido como vou oferecer todas as coisas que compõe os cabazes. Procurei uma solução mais simples mas original, porque sei que nesta altura do ano é sempre tudo a correr, e queria que a função utilidade estivesse presente! Também partilharei a seu tempo!

Para começar, e apesar de parecer que ainda falta muito tempo para se começarem a preparar deixo algumas dicas quer para as prendas de natal, quer para os cabazes:

 - Façam uma lista de todas as pessoas a quem querem oferecer alguma coisa. Não interessa se são os filhos e os brinquedos, ou a colega de trabalho a quem só vamos levar um pacotinho de bolachas caseirasou um frasquinho de compota caseira.

  • Estabeleçam o valor a gastar e não se afastam desse valor.

  • Outra coisa que fazemos aqui em casa, e porque na verdade só oferecemos presentes aos irmãos, sobrinhos, afilhados cunhados e pais, é apostarem no presente útil. Por aqui é o que fazemos. Perguntamos uns aos outros o que estão a precisar, e é isso que oferecemos: desde frigideiras, edredons, malas de viagem, sapatilhas, camisolas interiores, perfumes... falamos entre nós e compramos o que realmente estamos a necessitar.

  • Outra opção simpática, e que uso quase todos os anos com os meus pais  é oferecer “experiencias” ao invés de coisas: bilhetes para concertos os espetáculos que eu sei que eles gostam, estadias num hotel ou pousada.... 

  • Em relação aos cabazes, façam uma lista do que querem colocar em cada cabaz. Sejam objetivos. Um cabaz não tem de ter 10 coisas diferentes. Façam de acordo com sabem fazer e têm dispobibilidade para fazer. A muitas pessoas dou apenas um frasquinho de compota ou uma latinha com bolachas caseiras. Porque só quero assinalar que me lembro delas, O valor não é, de todo o mais importante, mas o gesto!

  • Assim que possível comecem a separar as receitas que querem fazer para os cabazes. Compotas e marmeladas podem ser feitas com muita antecedência. Outro conselho de quem já faz cabazes de natal há muitos anos e dá imensa importância aos pormenores: vão decorando as coisas à medida que as acabam. Por exemplo, como já fiz as marmeladas, já as embalei e decorei. Nos anos em que decido decorar tudo nos últimos dias, dou em doida!


Vamos lá começar a preparar este Natal!!

10 comentários:

  1. Tal como tu, ofereço cabazes homemade (inspirada por ti!) desde 2010 ;) Compotas já estão feitas, só falta etiquetar e fazer a lista de qual é p quem (tento ñ repetir a mesma compota do ano anterior...); licor de canela e essência de baunilha feitas. Faltarão mais uns miminhos comestíveis q serão bolachas/biscoitos e a versão no frasco :) E mais uns miminhos perfumados p as amigas. Tal como tu, só p as crianças (sobrinhos emprestados) e familiars é q compro presentes, sempre úteis (tb vamos perguntando ao longo das semanas o q precisam). Bjinhos e cá espero as tuas novidades/sugestões natalícias :)

    ResponderEliminar
  2. Por aqui também se oferecem cabazes homemade. Lista feita dos presenteados, e lista em elaboração do que vai compor os referidos cabazes. Na lista já consta, cappuccino, tempero para assados, bolachas ou biscoitos, compota de abóbora que só será feira em Dezembro, marmelada, chá de erva príncipe aqui do jardim, e aguardo por mais ideias. Os presentes de comprar para crianças, pais e sogra, ainda estão todos em fase de estudo.
    Beijinhos
    Aida Lopes

    ResponderEliminar
  3. Olá Joana uma vez mais a espreitadela aqui ao seu Blogue é imprescindível. É sempre uma inspiração há já muitos anos. Por aqui também já tenho a marmelada feita, algumas compotas, falta a de abóbora com frutos secos que farei em breve, umas bolachinhas (vou esperar pela sugestão da Joana para não repetir outras de outros anos)e ginjinha feita por mim. Tenho sempre uma dificuldade,(heeeeeeelp): como acondicionar a ginjinha? Vou aos "Bazar chines" onde a variedade de frascos frasquinhos garrafas e garrafinhas é enorme mas nunca encontrei uma solução de facto ideal. Uns são frascos, tipo para doce e não gosto, outros são garrafas que têm um gargalo muito estreito para entrarem as ginjas ou então são garrafas enormes... como são lembranças necessito de garrafinhas não muito grandes (mas também não minúsculas). Alguém tem alguma sugestão? Joana que aconselha? Muito obrigada Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. https://www.dmg.com.pt/ Depósito da Marinha Grande, em Lisboa tem várias lojas (não sei no resto do país), e tem muitas opções de frascos.

      Eliminar
    2. Aqui na zona de Aveiro há a Casa, a Viva e o Espaço Caso. qualquer uma delas costuma ter várias opções de frascos.
      Só uma ideia, reaproveitar os frascos de azeite ou vinagre pequenos (da marca Gallo, por exemplo) poderá ser uma solução.
      Boa sorte,
      Ana

      Eliminar
    3. Obrigada CB e Ana ambas boas ideias. Os frascos do azeite e vinagre da Galo têm de facto um bom tamanho e decorados vão ficar giros. Porque por exemplo tentei com os da frize ou agua das pedras mas os frascos são pequenos demais. Beijinhos

      Eliminar
    4. Ola, outra sugestao sao os frascos de sumo da compal... Tem largura suficiente para colocar as ginjas 🙂

      Eliminar
    5. Inês sim também já tive desses mas são pequenos. Obrigada

      Eliminar
  4. Gosto tanto destes teus posts Joana!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderEliminar
  5. Bom dia Joana, penso q vi uma publicação tua o ano passado com a ideia de juntar as prendas/cabaz de uma familia num saco grande transparente. Se não estiver enganada: Sabes onde posso encontrar sacos desses? Obrigado

    ResponderEliminar