quinta-feira, 9 de junho de 2011

Preparar o Natal: Reutilizar Frascos e as Primeiras Compotas do Ano

Já tinha comido os primeiros pêssegos do ano, enviados pelo Tio J e a Tia L. Sumarentos e doces como a fruta deve ser quando apanhada madura e consumida de seguida. Entretanto, no mesmo dia em que me ofereceram duas caixinhas cheias de pêssegos lindo, grandes e saborosos, a avó liga-me a dizer que já lá tinha pêssegos para mim, dos nossos pessegueiros.
Mais de 5 quilos de pêssegos, todos a precisarem de serem consumidos. Guardei os mais firmes no frigorífico, comi alguns dos mais maduros e com os restantes comecei a preparar o natal....
Da minha cozinha saíram já os primeiros frascos de compota que aguardam a altura de serem colocados nos cabazes de natal. Não me canso de repetir que por estes tempos, em que a fruta abunda  e é variada, é a melhor altura para começarem a preparar as vossas compotas. Sem pressas e sem stresses.
Deixo também aqui algumas dicas acerca da reutilização dos frascos e da preparação das compotas para que não tenham grandes dúvidas acerca de como fazer!

- As compotas aguentam-se durante anos - e portanto claro que duram até ao natal sem se estragarem - desde que usem frascos devidamente esterilizados e que cumpram o rácio de 800g de acúcar para cerca de 1kg de fruta. (É o açúcar que conserva e que faz a compota durar bastante tempo sem se estragar. Se fizerem com pouco açúcar, como algumas receitas que se podem ver em outros blogues, devem sempre guardar as compotas no frigorífico e consumi-las rapidamente pois não vão aguentar muito tempo, não sendo por isso as receitas ideias para fazer agora e oferecer no natal!)

- Reutilize os frascos de vidro para guardar as suas compotas: deve usar frascos com tampas metálicas e não plásticas (que são mais propícias ao desenvolvimento de bactérias). Lave-os bem com água quente e detergente e retire-lhes os rótulos. Eu costumo deixar os meus frascos de molho em água bem quente e depois, com um esfregão palha de aço fininho (daqueles que já têm sabão) esfregar bem. Além de o rótulo sair na perfeição, retira também os restos de cola deixando os frascos como novos.

- Para esterilizar os frascos há vários métodos que pode utilizar depois de os ter lavado e retirado os rótulos.Pode colocar numa panela cheia de água, juntamente com as tampas e deixar ferver uns minutos, deixando depois secar bem antes de os utilizar. Poderá também colocá-los no microondas durante 1 ou 2 minutos, retirando-os depois com cuidado e utilizando-os de seguida. Outro método, e o que eu utilizo é simplesmente colocá-los na máquina de lavar, e utilizar de seguida.

- Depois de fazer a compota e encher os frascos, feche-os ainda quentes (para não deixar que as bactérias se desenvolvam com o arrefecimento)e vire-os de "cabeça para baixo". Isto vai permitir criar um vácuo natural que ajudará a conservar o doce.

- Faça umas etiquetas bonitas e cole-as nos frascos com compota. Guarde depois os frasquinhos nem local fresco e seco até à altura de consumir, ou de oferecer. (No mês passado abri um frasco de geleia de marmelo feita em 2006 que estava perfeita!)

- Se seguir todas estas dicas será difícil que a sua compota não se aguente em perfeitas condições por muito tempo. Mas se, por acaso ao abrir a compota esta tiver um bocadinho de bolor à superfície, isso não significa que esteja estragada. Retire o bolor que se formou  - que deverá ser uma fina película - e consuma o doce normalmente. Esse bolor é como uma "camada protectora" que evita que o resto do doce se estrague.

48 comentários:

  1. Também eu já comecei as minhas compotas para oferecer no natal! Tinha cerejas a mais, deu para comer, fazer compota e algumas sobremesas. Também aproveitei os pés das cerejas e deixei a secar para fazer chá (eventualmente vou fazer saquinhos pequeninos com alguns pés de cerejas para acompanhar a oferta da compota) e guardei os caroços para fazer uma almofada terapêutica!
    Esta cabecinha também não pára ;)

    Bjinho
    Lilla

    ResponderEliminar
  2. Eu ainda não comecei... mas com o teu empurrãozinho, devo começar em breve as de morango.
    Estou ansiosa pela vinda do tomate, aí sim, vou por as mãos na fruta com muito entusiasmo :)
    Eu costumo esterilizar os frascos no forno, enquanto finalizo as compotas!
    Beijoca. Adorei o post.

    ResponderEliminar
  3. Bom dia,

    Otimas dicas, obrigada por partilhar! Existe outra maneira de esterilizar os frascos- esterilização ( 121 C - 15 min.)- é coloca-los no forno e programar 120 C durante 15-20 min.e deixa-los arrefecer dentro do mesmo. É uma maneira artesanal mas parecido ao processo industrial. Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Bom dia!

    Esta ideia de fazer compotas para oferecer no Natal sempre me fascinou, mas o problema era mesmo o tempo de conservação da mesma. Agora que percebi o porque e os truques todos, acho que vou arriscar.

    Obrigada pela dica.

    Beijinhos...

    ResponderEliminar
  5. Vou seguir o exemplo e também começar já a fazê-las. Frascos (como sempre) já os tenho.
    Agora vamos lá a ver que compotas irei fazer.

    ResponderEliminar
  6. Faço compotas quase todas as semanas e nunca sobra nada para mim, muito menos para o Natal. :(
    Os Frascos são uma dor de cabeça, por muitos que guarde, enchem-se e desaparecem todos num instante.
    Fazer compotas é uma das minhas actividades preferidas (principalmente rapar o tacho no final)
    Beijinhos,
    Luna

    ResponderEliminar
  7. Obrigado pelas dicas. Gostei muito. Vou também começar a preparar as compotas para o Natal!!! :) Obrigado. Beijocas

    ResponderEliminar
  8. que bom! já está a postos para o natal e para uns cabazes deliciosos!

    ResponderEliminar
  9. Ora aqui estão umas dicas completamente úteis. Á um ano a fazer compotas e faltava-me o truque do açúcar e dos frascos esterilizados. Também os doces não se aguentam muito tempo aqui em casa, é comer e chorar por mais.
    Congelei alguns morangos para quando chegar o inverno e não haver. Alguma sugestão para fazer com eles, para alem das compotas?

    ResponderEliminar
  10. Excelente conselhos, obrigada, acho que é este ano que vou tentar fazer compotas para oferecer no Natal.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Adorei as dicas...
    Acho que vou experimentar fazer 1 frasquinho e ver como sai... Tenho aqui muitas cerejas prestes a ir para o lixo :(
    Acho uma óptima ideia para oferecer na creche (por exemplo), é q a familia é pequena (não tenho muito a quem oferecer) e a minha sogra todos os anos me dá umas compotas já feitas,não sei é quanto tempo dão para conservar...

    Obrigada pelas dicas. Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Aqui por casa o problema é a fruta. Não tenho fruta caseira, e comprar pêssegos e cerejas para fazer conservas fica caríssimo!

    ResponderEliminar
  13. Para não gastar dinheiro em frascos, eu guardo por exemplo frasquinhos pequenos e um pouco maiores de azeitonas, mostarda...
    Eu gosto imenso de doce de tomate.
    Quase sempre faço 2 frascos porque somos poucos em casa.

    Beijinhos
    Flor

    ResponderEliminar
  14. Parabéns pelo seu blog, amei.
    Deixo o blog Belas Artes Médicas.Abraço.

    ResponderEliminar
  15. Adoreii!!! quero experimentar, mas nao tenho assim tantos frascos para que possa fazer doce =(
    mas vou experimentar.
    bjinhos*

    ResponderEliminar
  16. Para além dos truques aqui apresentados, sugiro um passo adicional, que ajuda no processo de conservação. Depois de encher os frascos e de os fechar, colocar numa panela com água a ferver e deixar ferver os frascos com doce durante 10 a 15 minutos (no fundo, é a lógica da pasteurização). Retirar com muito cuidado para evitar queimaduras. Eu costumo tirar os frascos com uma escumadeira, mas acho que há umas pinças próprias para o efeito. Virar então os frascos de cabeça para baixo. O vácuo fica perfeito. Não dá é para usar tampas de plástico...

    ResponderEliminar
  17. o meu problema com os doces é que, por vezes, o açúcar acaba por cristalizar passado algum tempo. Porque será?

    ResponderEliminar
  18. Muito úteis estes conselhos. É sempre bom aprender a fazer as coisas bem feitas.

    Bjs

    ResponderEliminar
  19. Essas dicas são sempre bem vindas, muito obrigada Joana :))

    Pena eu não ser uma sortuda como tu e ter acesso a grandes quantidades de fruta e legumes como tu, para quem tem cultivo e hortas é sempre mais prático e barato.

    Parabéns

    ResponderEliminar
  20. Nunca fiz compota, parece ser bem simples! Vou tentar! Bjo

    ResponderEliminar
  21. Já comecei a reunir os frascos lá por casa. Assim que começarem a chegar as frutas inicio a preparação da compotas :) Este ano vou experimentar a esterilização em água. O ano passado fiz no microondas e não funcionou :(

    Bjs

    Ana

    ResponderEliminar
  22. Já comecei a reunir os frascos lá por casa. Não tarda começo com as compotas e este ano vou seguir esta excelente dica de esterilização :) O ano passado utilizei o microondas e não correu bem :( Era fungos por todo o lado...

    ResponderEliminar
  23. Aconselhar o consumo de qq alimento com bolor, ñ convém, mxm que ñ se note qq alteração na cor ou sabor do alimento. Os filamentos, quase invísiveis a olho nu, estão lá e vão prejudicar a nossa saúde.
    Por favor, ñ comam nada com bolores.
    Um abraço
    MariAna

    ResponderEliminar
  24. Um site muito interessante para quem gosta de fazer conservas:) Vale a pena consultar
    http://www.uga.edu/nchfp/index.htmlBjs
    Ana

    ResponderEliminar
  25. " Outro método, e o que eu utilizo é simplesmente colocá-los na máquina de lavar, e utilizar de seguida." Não é um método de esterilização!!! Apenas a imersão dos frascos em água a ferver, pelo menos durante 15 minutos, ou a esterilização a seco (forno) poderá assegurar a eliminação bacteriana e fúngica dos frascos!!!!

    ResponderEliminar
  26. Outra etapa fundamental é a pasteurização!!! Ou seja, depois de encher os frascos (deixar 1cm de altura relativamente à tampa) após a esterilização, fechar imediatamente os frascos e imergir completamente em água! levara ferver durante 5 minutos. Com estes passos as compotas aguentam anos!!!

    ResponderEliminar
  27. Eu já tinha pensado em começar a fazer, vou aproveitar as férias dos meus filhos e da minha sobrinha e "bora lá" para a cozinha fazer compotas. Amanha compro a fruta e depois maos ao trabalho e divertimento. Vou ficar uma delicia.
    Obrigada pelas dicas sempre fantásticas.
    Eduarda

    ResponderEliminar
  28. Quando o açucar cristaliza, significa que ferveu de mais, quando estamos a finalizar a compota temos que estar com muita atenção paraque o açucar não fique espeço demais. Eu como não tenho termometro proprio para ver o ponto cert do açucar, quando acho que já está no ponto tiro um pouco para um prato liso, esfrio e passo com o dedo para ver se já faz estrada. Se fizer está no ponto, se unir rápidamente tem que continuar a ferver mais um pouco.
    Beij.
    Yo

    ResponderEliminar
  29. e já a pensar no natal :) isso é que é começar cedo! essas compotas devem ser uma delícia..

    ResponderEliminar
  30. Alguem me pode informar onde comprar tampas metalicas para os frascos de compota?

    ResponderEliminar
  31. Obrigada pelas dicas..Tenho cá em casa muitos kiwis.Será que dá uma boa compota? Nunca vi a vender..

    Daniela

    ResponderEliminar
  32. Daniela,

    Nunca fiz doce de Kiwi mas já me disseram que é muito bom e que se faz exactamente como os outros doces e compotas. E poderá juntar ainda outras frutas como por exemplo maçã.
    Espero ter ajudado.

    Joana

    ResponderEliminar
  33. gostei de fazer a compota, obrigado pelas dicas.

    ResponderEliminar
  34. Excelente blog... em varias materias. Tehno vindo a consultar a proposito de vários temas. Na pascoa por exemplo inspirei-me nas suas ideias e contemplei a miudagem com os ovinhos feitos de salame de chocolate e os bombons caseiros. Excelente!
    Agora também ando nas compotas e nas caldas, sobretudo de cerejas, uma vez que é a época delas... no entanto compra-las a €5 ainda fica um bocado caro... mas é sempre preferivel serem feitas por nós, mais saudaveis e mais economicas.
    Por incrivel que possa parecer o meu probema são os rotulos. Não sei que programa utilizar para faze-los e imprimi-los em papel autocolante. Pode ajudar-me?
    Muito obrigada e mais uma vez parabéns...

    ResponderEliminar
  35. Cláudia,

    Eu faço as minhas etiquetas no microsoft publisher que é bastante simples de usar. Mas aqui no blogue há um post - por altura do ultimo natal creio - dedicado a etiquetas e como as fazer.

    Espero ter ajudado,

    Joana

    ResponderEliminar
  36. Olá!
    Gosto muito do seu blog. Comecei a fazer as compotas para o Natal e tenho uma dúvida. Quando guardamos os frascos mantemos virados ao contrário ou depois de terem arrefecido viramo-los de novo?
    Obrigada.

    ResponderEliminar
  37. Olá. Parabéns pelo blog. Cheguei aqui por andar à procura de ideias para cabazes de Natal. Este ano vou optar por prendinhas caseiras. Quanto a conservar as compotas tb conheço um truquezinho muito simples que ajuda a conservar que consiste em adicional à compota um pouco de mel enquanto estamos a confeccionar. Claro que é mais dispendioso mas no meu caso tenho a sorte de todos os anos me oferecerem muito mel directamente do produtor.

    Estrella

    ResponderEliminar
  38. Boa tarde, adorei o blogue! Está espetacular, os meus parabéns!
    Como as coisas estão complicadas e então para arranjar algum dinheiro extra, fiz de doce de abóbora e pretendia vender... Mas não está fácil! ´Só consegui vender um à face de uma estrada nacional; já tentei à porta de escolas, mas a crise também afeta todos. E... Andava à procura de dicas de possíveis estratégias para vender o doce e encontrei este blogue maravilhoso.
    Esterilizei os frascos, mas não sabia que ao virá-los para baixo criava um vácuo natural... E a minha preocupação é que o doce se estrague! Foi colocado há 3 dias nos frascos. Será que ao virá-los para baixos ainda consigo criar o tal vácuo que ajuda a conservar?
    Obrigada.
    Filipa Reis

    ResponderEliminar
  39. Adorei a ideia tenho imensos frasco da fruta da minha filha, vou fazer doce e oferecer como prenda no aniversário dela, obrigada pela dica

    ResponderEliminar
  40. Ola, também tenho a mesma dúvida... depois de frio o doce e respectivo frasco, podemos vira-lo normalmente?
    Obrigada.

    ResponderEliminar
  41. Também se arranjam frascos baratos e fantasticos no model ja comprei os meus

    ResponderEliminar
  42. Se não tiverem reticências quanto a compras nas lojas dos chineses, há por lá alguma variedade de frascos de vidro, com tampa de metal, próprias para doces. Os preços partem dos €0,50/frasco.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. por esse valor €0.50/frasco justifica ir a um hiper comprar por exp feijao grao de bico etc por €0.49 alem de ficar mais barato ainda se aproveita o conteudo e so vantagem.

      Eliminar
  43. Ana:
    Acho as ideias excelentes mas o que eu mais gosto de ver é a partilha dos saberes

    ResponderEliminar
  44. muito obrigado pelas conselhos e dicas.

    ResponderEliminar
  45. Parabéns pelo blog, é fabuloso...
    Uma forma de remover a cola reticente de frascos ou latas é usar éter... fica a dica.

    ResponderEliminar