quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Uma Casa em constante mudança: Redecorar, Organizar e Preparar


Por estes dias, azáfama cá em casa continua... O final de Novembro além do início da preparação do Natal também nos trouxe outra “preocupação”. Começar a “redecorar” o novo quarto dos rapazes (o antigo quarto do Zé Maria), e transformar o quarto que era do António, no quarto da nossa miúda, que não tarda está a chegar e ainda não temos nada pensado ou preparado. E eu cada vez tenho menos mobilidade e portanto já é tarde de começamos a fazer tudo isto!

Aproveitei uma ida ao Porto para um workshop para pedir ao Miguel para fazer umas compras no IKEA (enquanto não há IKEA em Coimbra) e assim ficar essa parte despachada.
Sendo assim, os meus rapazinhos tiveram direito a camas novas - individuais - e a uma redecoração no quarto. Optamos por camas extensíveis, que se vão esticando à medida que eles crescem - e com colchões também eles extensíveis - que na verdade são segmentados e se vão acrescentado à medida das necessidades.

De resto, tirando uma cómoda nova para a miúda, as nossas compras ficaram por aí!
E depois? Depois foi muito “tira de um lado e coloca no outro”.
Tirar tudo o que estava no quarto do António - roupa, quadros, a cómoda dele, uma estante, o cadeirão, livros e a antiga decoração de stickers de parede que saiu na perfeição e não estragou nada. E levar quase tudo para o quarto do Zé Maria.

O novo quarto do bebé está agora uma tela em branco. A cama de grades nem saiu do quarto e o António adorou passar para o novo quarto e para a nova cama. Não tivemos nenhum problema de adaptação nem a dormir com o irmão, nem a dormir na nova cama. E o Zé também adorou a mudança. Ainda bem. 

Temos agora um quarto novo para redecorar. Mantêm-se então a cama de grades que vai receber daqui a pouco mais de mês e meio o eu terceiro bebé, mantivemos os cortinados cinzentos que vão ficar lindamente com a decoração que estou a pensar. Mantivemos também o candeeiro e uma prateleiras que também já lá estavam e serviam para os livros. O Miguel montou a nova cómoda e ela será a herdeira da cama de ferro de criança do meu pai, que tem pelo menos 70 anos. Também já está no quarto juntamente com o dossel que era do primeiro quarto do Zé Maria e que nunca chegamos a colocar nesta casa. Herdou ainda uma prateleira que também era do primeiro quarto do Zé e que nunca teve lugar nesta casa e que aguardava um novo projeto nesta casa. Está montada por cima da cómoda que também servirá de muda fraldas.
No quarto dela há também as roupas lavadas e prontas a guardar que eram dos irmãos, e já algumas coisas novas. Mas ainda nada arrumado.
E há muitas ideias para colocar em prática de transformar este quarto, num lindo quarto de criança. Agora ainda está uma verdadeira tela em branco!

No quarto que agora é deles, também houve muitas mudanças. Vale-nos a casa ser espaçosa, e ainda termos imenso espaço no sotão e por isso termos levado para lá a cama que era do Zé, assim como a estante grande que estava no quarto dele. E o quarto dos rapazes ficou organizado de outra forma. Duas camas iguais, duas cómodas iguais lado a lado, o cadeirão que antes estava no quarto do António, assim como a estante. E os quadros organizados e pendurados de outra maneira.
A tudo isto juntou-se organizar e arrumar a roupa que já não servia, arrumar calçado todo junto e achar que o quarto deles ficou amoroso! E a avó que da capa de edredon preferida do Zé, consegui fazer duas para as novas camas... E eles adoraram.

Arrumado definitivamente um quarto, outro em branco à espera de disponibilidade para o transformar no que tenho idealizado, e o sotão novamente me redecorações. No meu escritório/sala a estante que era do Zé, organizada em tons de branco com tudo o que já cá havia em casa e coisas que estavam no escritório do Miguel à espera de serem mudadas. 
Na outra divisão do sotão, que usamos como “quarto de hóspedes” e como arrumação de roupa de casa, vive agora também a cama que era do Zé, em formato de sofá. No fundo tudo se combina e ficou tudo engraçado.



Gosto muito disto. De ir mudando. De tirar de uma divisão e colocar na outra. De uma casa em constante mudança pelas melhores razões. De descobrir que uma estante pode viver na cozinha, passado uns anos num quarto infantil, e agora no escritório do sotão. E de devolver nova vida a móveis com significado e de os ver encher a nossa casa. 

Sempre me disseram que uma casa nunca está “acabada”. Quando pensamos que já está, mudamos, alteramos, variamos a utilidade e a função das coisas, em busca de que a casa se adapte melhor às nossas necessidades a cada momento.

Quem mais passa a vida a mudar as coisas em casa?

7 comentários:

  1. Eu não mudo mas adorava ter tempo e dinheiro para fazer isso.

    Beijinhos e felicidades,
    Clarinha
    https://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2017/12/quiche-de-legumes-e-presunto.html

    ResponderEliminar
  2. Por aqui tb ñ se muda... foram substituídas algumas mobílias (camas, estantes) por umas mais modernas e práticas, mas de resto ñ se mudou muito em 30 anos... Acho q quando há crianças as mudanças são mais naturais para ir ao encontro das necessidades de crescimento delas... De resto, ñ há mt espaço p andar a mudar mobílias de um lado p o outro. DE resto, acho q vocês fizeram mt bem, em reaproveitar e reciclar é q está o ganho e passar as coisas de uns irmãos p os outros é uma excelente ideia! Dps quero ver fotos desse quarto de menina :) Bjinhos e boa continuação!

    ResponderEliminar
  3. Olá Joana!

    Antes de mais parabéns pela bebé! <3
    Que corra tudo da melhor forma.
    Quanto a mudanças?!
    Eu ando sempre a fazer..:)
    Quem não aprecia é o marido que passa a vida a reclamar porque também sobra trabalho para ele...:))
    Beijinhos!!

    ResponderEliminar
  4. Que Bom! Fico feliz por si! O 1º. foi difícil e agora já vai no 3º. Deus seja louvado. Que corra tudo muito bem (vai correr se Deus quiser) com muita alegria, saúde e muito amor. Por mim, há uma mágoa enorme: de dois filhos que Deus me deu, não há qualquer esperança de ter netos.Não falo de revolta, mas de ... aceitação!
    Um santo NATAl para si e todos os quatro.

    ResponderEliminar
  5. Boa tarde Joana, pode dizer onde comprou as caixas brancas arquivadoras tipo dossier?
    Obrigada beijinhos

    ResponderEliminar
  6. eu!!! ando sempre a alterar tudo, nunca estou satisfeita.

    ResponderEliminar