segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Stock de Produtos? Sim ou não?


Nos últimos tempos têm-me perguntado muitas vezes se faço stock de produtos que estão em promoção. Espero com este post responder a essa questão!
Cada vez mais os supermercados têm promoções constantes de alguns produtos. Nos últimos anos há uma “lista” de produtos que estão quase sempre em promoção, e, portanto, parece-me desnecessário fazer stock de produtos que estão quase sempre com os chamados 50% ou outro desconto que justifique o stock. E custa-me a acreditar que haja ainda quem pague “full price” por eles.
Desses produtos vou comprando, de modo a quando abro uma embalagem ter outra logo de reserva, esperando por isso pela promoção que, numa semana ou na seguinte, num ou em outro supermercado estará em promoção.
E quais são esses produtos? Essencialmente coisas como
  • detergentes vários (da roupa, louça, para o chão, limpeza de superfícies, casa de banho e cozinhas)
  • desodorizantes
  • amaciador de roupa
  • pastas de dentes
  • gel de banho e shampoo
  • massas
  • azeite e óleo alimentar
  • café
  • arroz
  • atum e outros enlatados
  • cerveja
  • papel higiénico
  • rolos de cozinha
  • guardanapos
  • manteiga

(esta é uma lista muito pessoal do que compro habitualmente em promoção e do qual faço pequenos stocks!)

Se vale a pena comprar, como algumas pessoas para um ano inteiro? Ter stock de 20 embalagens? Na minha opinião pessoal não. A não ser que consigam alguma acumulação com algum outro talão e que consigam um preço mesmo muito em conta e que justifique terem “empatados” na despensa algumas centenas de euros. 
E entram aqui outras contas. Quem tem marcas /produtos de eleição e não os troca por outros dificilmente vai comprar 10 embalagens de um detergente (por exemplo) que não gosta tanto. No meu caso, mesmo não sendo o detergente mais barato, como gosto de alguns produtos muito específicos, não em vejo a comprar outro em grande quantidade só porque é mais barato e quando eu acho que não tem assim tanta qualidade. Muitas vezes, só os 50% de desconto num produto/marca a que sou fiel, deixa-me mais do que contente e aproveito para comprar uma ou duas embalagens. Ainda melhor quando tenho a sorte de conseguir acumular mais outro desconto.
Em suma, acho que temos sempre que nos reger pelo nosso orçamento e pelos nossos gostos pessoais. De nada me vale comprar muitas embalagens de um produto que acho que tem qualidade inferior e que faz um pior serviço, apenas porque está mais barato e consigo fazer acumulações, quando vou conseguir o produto que eu gosto com a qualidade que eu gosto daqui a uma semana ou duas também em promoção.
É isso e comprar produtos que não utilizamos habitualmente apenas porque estão em promoção.
Confesso que cada vez estou mais alerta para aquilo que consumo e dou por mim a percorrer os supermercados e a ver o que está em promoção - e principalmente na área alimentar - e a aperceber-me que não consumo mais de 2/3 daqueles produtos.


Portanto, a questão de fazer ou não stock é para mim muito pessoal, depende de vários fatores como a maneira como gerimos o nosso orçamento familiar e a nossa casa e muito dos produtos que gostamos e preferimos. Qual a vossa opinião? Fazem stock de produtos em promoção? Quais?

10 comentários:

  1. Não faço stock
    Compro quando estão em 50% desconto,directo, porque ficar no cartão não serve para mim.
    Outra coisa que verifico é se o produto sem desconto está com o mesmo preço que nas semanas anteriores.
    Há superfícies que aumentam o preço base, aplicam o desconto e no final o ganho não é muito.
    Aconselho a serem muito cuidadosos nas promoções

    ResponderEliminar
  2. Por norma cá em casa costumo aproveitar os descontos dos detergentes da minha eleição mas quando preciso,tenho sempre uma ou duas embalagens de reserva e não mais. Alimentação tenho muita atenção ao azeite gosto do de Moura ,aos vinhos e todos os produtos que gosto e habitualmente uso ,nunca compro por ser barato.Quanto a grandes stocks aprendi na minha actividade profissional que stocks altos é dinheiro mal utilizado,stocks á medida do que se utiliza com alguma margem de segurança é o ideal para mim.

    ResponderEliminar
  3. Por norma cá em casa costumo aproveitar os descontos dos detergentes da minha eleição mas quando preciso,tenho sempre uma ou duas embalagens de reserva e não mais. Alimentação tenho muita atenção ao azeite gosto do de Moura ,aos vinhos e todos os produtos que gosto e habitualmente uso ,nunca compro por ser barato.Quanto a grandes stocks aprendi na minha actividade profissional que stocks altos é dinheiro mal utilizado,stocks á medida do que se utiliza com alguma margem de segurança é o ideal para mim.

    ResponderEliminar
  4. Boa noite,
    Stocks grandes nao faço muito, mas por exemplo o arroz Oncle Bens para mim é bem caro e quando encontro promoçoes compro em média 6 pacotes, o papel higienico compro dois pacotes de 48 rolos, papel de cozinha compro dois pacotes de 30 rolos, as massas tambem faço quando há promoçao mas um pacote para cada tipo de massa, detergente para a roupa e amaciador tenho uma marca preferida entao compro dois de cada. E tambem faço um stock recheado com os croquetes e o paté para os meus tres gatos da marca whiskas!
    Nada de exageros e o meu porta-moedas tem vindo a engordar, antes eu era do pior e comprava sem noçao!
    Obrigada
    Ana Bonvin

    ResponderEliminar
  5. Boa noite.
    Neste momento, sigo a mesma linha de pensamento da Joana. Após algumas experiências, cheguei à conclusão que, em alguns produtos, o barato sai caro. Por isso, prefiro comprar produtos de marca, mas com 50% de desconto. Uma vez que há promoções com uma certa regularidade, tento sempre ter uma ou duas embalagens novas para não estar desprevenida quando a que está a ser utilizada acabar.

    ResponderEliminar
  6. Eu também concordo. Com a política de promoções que existe hoje em dia nos supermercados não vale a pena criar grandes stoks, porque se não estiver em promoção esta semana estará de certeza para a próxima.
    E também concordo com o facto de se estar atento a algumas promoções que estão camufladas e que de promoção têm pouco.
    Bjs
    Ana

    ResponderEliminar
  7. Bom dia,
    Por norma não faço stocks, e mesmo em promoção só compro quando preciso. Tenho sempre duas embalagens de detergente para a roupa, a que estou a usar e outra, o mesmo para detergente da loiça e da casa. Maiores quantidades só mesmo de latas de atum.
    Aida Lopes

    ResponderEliminar
  8. Eu também não faço stock,...hoje em dia, em qualquer supermercado há sempre bons descontos,...por isso não se justifica gastar tudo de uma só vez e acumular produtos!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario

    ResponderEliminar
  9. Há um pormenor que muita gente desconhece, os detergentes com o passar do tempo perdem a eficácia. Os detergentes da roupa por exemplo; devem ser gastos no prazo de um ano após a data de fabrico, mas é complicado nós sabermos quando foi produzido, visto não terem essa informação na embalagem. A Deco tem feito bastante pressão sobre as empresas para que estas contenham essa informação, mas como não há legislação nesse sentido, fica ao critério das empresas. Os consumidores a única coisa que podem fazer é controlar o tempo que os produtos estão em casa até serem gastos. Não me parece, pelo que li que precisem desta informação, mas pode ser que seja útil para alguém.
    Cumprimentos: Marcela

    ResponderEliminar
  10. Já fui mais de fazer stocks, mas como todas as semanas estão praticamente os mesmo produtos em promoção não merece a pena, tento também fazer as compras de uma só vez no inicio do mês, depois normalmente ao fim de semana vou comprando frutas, legumes, iogurtes, se formos a ver bem sejam as compras no inicio ou semanalmente existe sempre promoções, mas no meu caso oriento melhor se efetuar o globo maios logo no inicio. beijinhos

    ResponderEliminar