sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Acerca da Slowcooker


Muito se fala, ultimamente, em panelas “slowcooker”, que, tal como o nome indica, são panelas de  cozedura lenta.
Locais como o Aldi, o Lidl e até a Worten, têm estas panelas elétricas a preços relativamente baixos - cerca de 30 euros - o que as tornam um bem apetecível. Mas compensam? O que podemos cozinhar com elas? 

A minha panela “slowcooker” entrou na minha vida por acaso. Uma prenda de casamento dos meus pais (há 40 anos) que a minha mãe diz nunca ter usado. Tenho-a comigo há alguns anos, mas só nos último ano, mais coisa menos coisa, tenho começado a aprender utilizá-la, e mesmo assim ainda não explorei todas as suas potencialidades.
Este tipo de panelas é muito usado nos E.U.A., e também são conhecidas como “crockpot”, uma marca deste tipo de panelas, e é nesse tipo de sites que tenho procurado informação e inspiração para usar mais e melhor a panela que tenho.

Estas panelas elétricas, apesar de estarem ligadas vários horas (entre 6 a 12) gastam muito pouco - o mesmo que uma lâmpada LED peço que tenho lido, portanto são desse ponto de vista económicas. E são perfeitas para usar em peças de carne mais económicas. Uso a minha principalmente para cozinhar lentamente carne de vaca de cozer e estufar, e a carne fica super macia, suculenta e a desfazer-se na boca.

Tenho uma amiga que usa a dela para fazer feijoada, cozer polvo e até leguminosas. E nos sites americanos há imensas receitas de coisas tão diversas como chilli e papa de aveia para toda a família.

Quanto ao uso desta panela é basicamente colocar tudo em cru lá para dentro (ainda que se selarmos a carne ficar mais saborosa), ligar a panela em high ou low e deixar cozinhar entre 6 a 12 horas , quer se usa o high ou o low. Por exemplo ir dormir e acordar de manhã para umas papas de aveia quentinhas, ou sair de casa para ir trabalhar e chegar à hora de jantar com um belo estufado feito.
Além disso a panela de cozedura lenta conserva mais os nutrientes dos alimentos, por os cozinhar a baixas temperaturas, potencia o sabor dos mesmos e permite cozinhar com menos gordura adicionada, sendo mais “saudável”.  Tem algumas particularidades, como não se dever usar vinho, pois não atinge temperaturas que permitam ao mesmo evaporar convenientemente, nem se deve adicionar grandes líquidos, também por causa dessa mesma evaporação, pois podemos acabar por ficar com um resultado final demasiado aguado... O objetivo passa também por cozinhar os alimentos de forma mais natural.

Para quem me diz que já tem uma “Bimby”, digo-vos que não tem nada a ver. 
E como dizerem que não precisam de um forno porque já têm uma placa. Serve um propósito completamente diferente e tem usos também diferentes.

Há imensa informação e receitas em alguns sites que vos deixo em anexo caso estejam interessados.








Há por ai mais adeptos destas panelas?

16 comentários:

  1. Comprei a minha slow cooker há cerca de 2 semanas no Lidl. Já "namorava" a ideia de adquirir uma panela destas há bastante tempo, mas esperei que aparecesse uma a preço baixo pois receava não lhe dar o devido uso, tornando-se uma despesa desnecessária.
    Mas, vamos ao que interessa: as receitas! Existem imensos blogs americanos e canadianos, mas as receitas são habitualmente muito condimentadas, utilizam vários ingredientes enlatados e pré-preparados, e estou com dificuldade em adaptar à nossa realidade. Também não tenho muita disponibilidade para fazer experiências, para além de ter 2 crianças para as quais esse tipo de refeições não é muito indicada.
    Foi ao pesquisar receitas para slowcooker em Portugal que aqui vim parar. Vai uma ajudinha? (Considerando o tamanho do comentário, imagino que se note que não sou uma comentadora frequente...).
    Obrigada e continuação de bom trabalho!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Cristina,

      Realmente tem razão em relação às receitas dos sites estrangeiros para a slowcooker. Eu muitas vezes inspiro-me nas receitas apresentadas e adapto a ingredientes frescos e à nossa realidade.
      Faço essencialmente uma bolonhesa normal na slowcooker À qual posso juntar ou não feijão no fim, fiz esta semana uma carne assada, e faço estufados normais com tudo o que colocaria num estufado normal na panela mas adaptando principalmente os líquidos e as gorduras acrescentadas.
      Deixo-lhe no entanto a receita de carne "assada" que fiz esta semana, e que foi aprovada também pelos meus pequenos (tenho um com 4 anos e outro com 2 anos).
      https://paracozinhar.blogspot.pt/2017/10/carne-assada-no-tacho-com-molho-de.html
      Espero ter ajudado um bocadinho.
      Um beijinho,
      Joana Roque

      Eliminar
    2. Obrigada, Joana! Ajudou, sim!
      Vou experimentar a sua receita, mas com carne de porco (não somos fãs de carne de vaca), talvez diminuindo um pouco o tempo de cozedura. Também vi algumas ideias simpáticas no link da Marta Stewart que deixou no post.
      O que custa é começar, assim que lhe apanhar o jeito ninguém me para!
      E, por favor, continue a publicar as suas receitas!
      Bj
      Cristiana

      Eliminar
  2. Tenho uma igualzinha a essa, deve ter uns 40 anos. Mas uso o 'low' para 4 horas e o 'high' para 8 horas. Uso essencialmente para estufar carne, fica sempre uma delícia, a desfazer-se...

    ResponderEliminar
  3. Tenho uma que me foi oferecida no Natal passado e faço lá praticamente tudo o que faria no forno (desde que caiba) ou no tacho: assados e estufados, sopas, arroz, massas... e o que mais a imaginação mandar. A mais valia é mesmo o baixo consumo e o podermos ir á nossa vidinha ou dormir sem nos preocuparmos mais com o que está a cozinhar até chegar a hora de comer. Também é fantástica com o aproveitamento de carnes "duras" e por isso muito mais baratas, que se tornam de facto macias e suculentas!

    ResponderEliminar
  4. Uso imenso. O meu preferido é o pulled pork feito com pá de porco. Faço e congelo. Resulta.
    Já começam a aparecer condimentos fumados que contribuem para o sabor típico americano, para variar do português.
    Mas nunca uso o mesmo tempo em high ou low: o high de 4 a 6 horas; o low de 12 a 16.
    Também ja experimentei compotas, clotted cream que nunca me tinha atrevido a fazer, os hot pot ingleses... enfim, gosto muito. A minha tem uma funcao para carne congelada, da jeito.
    Maria Saude

    ResponderEliminar
  5. Concordo com a Maria Saude. Quando vim morar para o UK muita gente me falou da slow cooker e acabei por comprar. É tão prática para ligar de manhã e chegar a casa com o jantar feito! A minha receita preferida é pulled pork/pulled beef, a carne fica a desfazer-se na boca! Estufados, como já disseram também faço muito. Da para comprar carnes mais baratas e rijas porque depois de 8h a cozinhar lentamente tudo fica tenro! Para os estufados é só colocar legumes variados,carne, algum molho de tomate e condimentos ou ervas a gosto. Pouca ou nenhuma água.
    Da também para cozinhar frango inteiro!

    ResponderEliminar
  6. Comprei a do Lidl e "estreei-a" com lulas. Adorei o resultado. Ficam a "desfazer-se", muito tenrinhas. No entanto, a Joana tem razão: temos que ter atenção aos líquidos para não ficar com um molho muito aguado (que foi o que me aconteceu). Na cozinha é mesmo assim. Vamos corrigindo o que está menos bem. Para a próxima vou experimentar com uma peça de carne (sem colocar líquidos) a ver como fica. Mas gosto muito do conceito inerente a esta panela.
    Bjs
    Ana

    ResponderEliminar
  7. Olá Joana,
    Peço desculpa do que vou perguntar, mas por acaso sabe dizer-me quais as diferenças (se é que existem) entre uma panela slow cooker e uma panela de arroz?
    Na década de 70 era muito conhecida a panela de arroz eléctrica. Na slow cooker só ouvi falar nos EUA, mas por cá nunca tinha ouvido falar.
    Têm pontos comuns ou são mesmo muito diferentes?
    Obrigada.
    Bjs,
    Teresa C.

    ResponderEliminar
  8. Pois eu ando atrás de uma panela destas há séculos e não consigo comprar uma assim à volta dos seus € 30. A do Lidl que tanto falam nem a vi... ou seja, vou lá quase todas as semanas mas não reparei. Fui à Worten mas estas panelas lá são caríssimas à volta dos € 90 e até € 100 (não comprei porque sabia haver estas mais baratas e que fazem o mesmo). Será que ainda há no lidl?

    ResponderEliminar
  9. Bom dia!!!
    Comprei a minha ontem no Lidl...24.99€. Hoje vai ser dia para fazer o teste.
    Bjs
    GS

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em que Lidl? Em Abrantes já não havia, fui lá na segunda feira

      Eliminar
    2. Ola Cláudia Cunha,
      Aqui na zona norte ainda ontem la havia..
      CPS

      Eliminar
  10. Em casa da minha mãe há uma precisamente igual. Lembro-me que a carne ficava uma delícia. Tenho de investigar por onde anda e dar-lhe nova residência :)

    ResponderEliminar
  11. Existe no ebay muita oferta dessas panelas. Realmente a minha duvida também se prende com a confusão da panela de arroz e esta slowcooker.

    ResponderEliminar
  12. Comprei um no lidl há cerca do mês já usei algumas vezes e adoro. A única questão que ainda se coloca é que fico sempre preocupada em deixa-la ligada e sair de casa não vá haver algum imprevisto...

    ResponderEliminar