quinta-feira, 26 de abril de 2018

Snack e Lanches para os miúdos. As nossas opções


Muito me perguntam acerca dos lanches e snacks que os meus filhos comem. Quem segue as minhas redes sociais e o blogue, sabe que me preocupo bastante com a origem dos alimentos - gosto de comprar sazonal, local e biológico sempre que possível, e principalmente que evito alimentos muito processados e com muitos conservantes e açúcares. 
O Zé já anda no jardim de infância que assegura todas as refeições, mas tenho o António ainda em casa, e há sempre os lanches me casa, e as nossas saídas, viagens, idas à praia, piqueniques e outros momentos em que é preciso montar uma lancheira para os miúdos.

Há opções sempre seguras e que eles gostam muito, como fruta, iogurte, um pãozinho com queijo ou manteiga, frutos secos que eles adoram... Sabem também que faço imensas coisas em casa para eles: bolachas, sumos naturais, batidos, iogurtes, barritas de cereais, panquecas, bolos e as papas de aveia que eles devoram.

Mas ninguém é perfeito. Nem sempre há tempo, nem sempre há oportunidade, jeito ou até vontade. Mas há boas opções - sem serem altamente processadas, carregadas de açúcar e “E´s” - à venda em quase todo o lado. E é isto que me perguntam tantas e tantas vezes. Que compras faço eu, de snacks para os miúdos.

Pois bem, aqui fica uma pequena selecção (com algumas marcas e locais de compra da minha preferência) dos favoritos dos miúdos cá de casa. Sempre que possível e porque prefiro opto por biológico e/ou marcas portuguesas.

Barritas de frutos secos - há imensas opções nas lojas de produtos biológicos e naturais. As Despertar do Buda, da Iswari (www.iswari.pt) são as preferidas dos miúdos. 

Queijinhos individuais - Os preferidos são os Babybel (www.babybel.pt)
 O António só gosta de os descascar, mas o Zé se eu deixar come 2 ou 3....

Fruta desidratada -Normalmente compro da Fruut (www.fruut.pt) e tenho de esconder os pacotes. Só compro de maçã porque são os que eles gostam mais, e opto sempre pela versão normal. 

Purés de Fruta 100% fruta biológicos - São óptimos para levar para todo o lado. Já experimentei várias marcas, mas agora compro do Aldi (www.aldi.pt)
porque além de serem uma opção muito mais em conta (1 embalagem de 4 unidades custa pouco mais de 2 euros), são para beber e não necessitam de colher. Tenho quase sempre em casa para uma saída de última hora - normalmente comem fruta!

Tostas de Milho Bio - Descobri estas tostas de milho biológicas apenas com 3 ingredientes no Aldi, e são também um grande favorito cá em casa. (O sabor lembra as tiritas de milho em versão boa!)

Bolachas de Arroz - Há à venda em quase todo o lado. Só tenho em atenção a lista de ingredientes - apenas arroz, sésamo e sal. Costumo comprar no Aldi.

Arroz Puff e Corn Flakes sem adição de açúcar Bio - Os miúdos gostam de comer assim simples, ou com leite ou iogurte natural. Costumo comprar os Corn Flakes bio a granel numa loja de rua aqui em Coimbra, a Grão Natural, e o Arroz Puff no Continente (Tanto uma coisa como outra há em praticamente todos os hipermercados, e lojas de produtos Biológicas)

Tostinhas de Quinoa ou Chia/Amaranto Bio - Foram a mais recente descoberta do Aldi (que quem  me segue no instagram me deu a conhecer). Os miúdos chama-lhes bolachas, apesar de não levarem nenhum tipo de açúcar nem serem sequer doces. 

Frutos secos - Os favoritos são as nozes e os cajus, mas também gostam de amêndoas. Têm uma paixão por figos secos. Compro no Lidl (www.lidl.pt), Aldi ou na Villarica Gourmet Store (https://www.facebook.com/villarricagourmetstore/) através de encomenda online.

Estas são algumas das coisas que compro e que gosto de ter em casa. E com as quais acredito estar a fazer melhores oções para os snacks e lanches dos meus miúdos. Cá em casa não há bolachas, bolinhos e afins. Quando há, é porque eu faço. Foi uma escolha e opção nossa. Porque eu é que sou a mãe. E sou eu que vou às compras. E compete-me a  mim fazer as melhores escolhas para os meus filhos. 

Claro que de vez em quando comem uma Bolacha Maria, ou um biscoito industrializado. Se alguém lhes oferece não nego que comam. Mas aqui em casa não há. E eles também não pedem.Não sou melhor nem pior mãe por isso. Fiz e faço estas escolhas na esperança que ao crescerem os meus filhos saibam também fazer melhores escolhas alimentares. Menos processados e mais comida de verdade.


Quem também tem optado por estas escolhas? Que produtos são os favoritos dos vossos filhos?

11 comentários:

  1. Que excelente partilha,...
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderEliminar
  2. Cá por casa houve uma alteração alimentar grande,como raramente o meu filho me pede para comprar bolachas nem tenho pensado muito em fazer eu própria,que até já fiz e cá em casa todos gostaram,mas fazer uma grande quantidade e ter o forno ligado durante muito tempo a consumir electricidade, não sei bem.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Eu tento... Há já batalhas ganhas, mas estou ainda longe de ganhar a guerra lolol

    ResponderEliminar
  4. Olá Joana. Muito Obrigada por esta partilha. Gostava muito que escrevesse sobre como escolher os produtos mais saudáveis, lendo os rótulos das embalagens. Como devemos ler os rótulos e fazer a melhor escolha. Muito Obrigada. Felicidades para a sua linda família. Beijinho

    ResponderEliminar
  5. Olá Joana. Cá em casa é igual, e até optamos pelo mesmo tipo de snacks. Desde pequenina que foi habituada assim por isso a minha filha não estranha. Quem estranha são os adultos que têm alguma dificuldade em aceitar as minhas escolhas alimentares para a minha filha. A mentalidade de algumas pessoas ainda precisa de evoluir, não é à toa que temos quase 50% das nossas crianças com excesso de peso...

    ResponderEliminar
  6. As nossas escolhas são semelhantes. Gostaria de acrescentar/sugerir os outros cereais puff além do arroz. A espelta, milet e quinoa. São muito bons e não são aditivados, são apenas o cereal. Compro no celeiro e comem a seco, tipo pipocas a acompanhar iogurte liquido ou misturados com iogurte sólido. O maior desafio é quando crescem e nos acompanham nas compras e querem os cereais/snacks x e y porque trazem um bonequinho que viram na televisão... devia ser proibido o marketing agressivo a favor de escolhas erradas, dirigido às crianças. É claro que compete aos pais fazer as escolhas mais saudáveis mas não é fácil lidar com esta questão. Beijinho

    ResponderEliminar
  7. Admiro a tua perseverança! Não tenho filhos, mas qd os 'sobrinhos' vêm cá a casa tb tento ñ lhes dar 'porcarias', mas é difícil, uma vez q estão +- habituados a produtos processados! Hoje mais q nunca é mt importante este tipo de escolhas e se tivesse filhos faria o mesmo! Mas, como disse a Daniela Ferreira, o problema mts xs são mesmo os adultos :/ Eu sei, pois tb ouço 'bocas' pelas minhas escolhas no q toca à mh alimentação, enfim... Até parece q as nossas escolhas interferem, de alguma forma, na vida dos outros! Pura estupidez e ignorância, mts xs! Bjinhos e continua! Bom fds!

    ResponderEliminar
  8. O arroz puff está em que secção no Continente?
    Desculpe a minha ignorância.

    ResponderEliminar
  9. Apenas gostaria de deixar um desafio, pois a consciência alimentar deve também passar pela ambiental e tentar fazer snacks sem embalagens.

    ResponderEliminar
  10. Ola.
    Podia dizer me se há alguma forma de preservar os vegetais dentro do frigorífico para durar mais tempo.
    Pus la uma alface no sábado, na segunda esta toda velha tive que a colocar no lixo. E até outros legumes que durassem pelo menos 4 dias de forma a poder arranja los e te los pronto para o jantar da semana.

    Maria

    ResponderEliminar