quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

6 dias para o Natal


Os cabazes são, sem dúvida a minha “imagem de marca”. Mas além dos cabazes com as bolachinhas, marmeladas, compotas e outras coisas que vou fazendo e variando ao longo dos anos, este ano decidi incluir umas coisas muito simples, e que eu acho engraçado.
Temos no nosso jardim algumas ervas aromáticas. Há algumas que dão mesmo muita quantidade e que crescem imenso. É o caso do Chá Principe, do louro, do piri-piri (que estava carregadinho) e do alecrim. 

Então, este ano, decidi oferecer no cabaz, juntamente com os mimos que faço, mimos do nosso jardim. Há portanto, ao lado das bolachinhas e das compotas, saquinhos com chá principe, outros com malaguetas, folhas de louro e ainda alecrim seco para utilizarem nos cozinhados. É apenas um mimo, mas uma forma de dar utilidade à abundância do nosso jardim e de complementar os nossos cabazes. Alem disso a custo quase zero.

Como tenho imensas latas que acabei a reutilizar - e sempre muitos frascos - vou fazer uns “cabazes” só de produtos de jardim para dar a algumas pessoas de modo a complementar presentes comprados. 

É uma sugestão que deixo a quem tenho jardins e quintais e abundância de pequenas coisas que possam assim se transformar em “presentes”.


A minha avó Cila, por esta altura oferecia sempre saquinhos com erva cidreira seca do quintal! Acho que foi daí que veio esta ideia!!

3 comentários:

  1. Este tenho sequei erva príncipe precisamente para este efeito, e acho que toda a gente vai adorar. costumo apanhar também flor de carqueja e secar, mas este ano não vou incluir nos cabazes.
    Aida Lopes

    ResponderEliminar
  2. Posso-me habilitar a receber um cabaz desses de produtos do jardim? Ehehehehe
    É uma ideia maravilhosa, Joana. Muitos parabéns mais uma vez.
    Um beijinho
    Cláudia Ralha
    www.oprazerdacozinha.com

    ResponderEliminar